[Boneca de Papel] Ana Helena, do Era Uma Vez

Eu sei, estou super em dívida com o blog. O pior é que estou com uma lista cheia de rascunhos começados, pastas de fotos para tratar, todo um planejamento blogueiro que não consigo dar conta. 


Para compensar, vou ressuscitar um projeto antigo que eu adorava fazer nunca mais tive tempo ou coragem (a ideia é mais ou menos assim ou assim, pra quem não é #dasantigas). E agora ele ganhou até um nominho: Boneca de Papel! E quem estava na minha lista deste projeto há eras é a linda da Ana Helena, do Era uma vez, eu tinha uma pastinha com looks super antigos dela, de anos atrás. Aí ela participou da #SemanadeModaTpm e não resisti, tive que desengavetar o projeto, porque fiquei apaixonada pelos looks:


Os dois primeiros são da semana de moda, e o terceiro é mais antigo, mas acabei modificando, hehe. Eu queria desenhar a Ana de coque, mas também queria desenhar uma saia azul liiiiinda que ela tem, aí troquei a cor do batom, enfim, acabei vestindo a bonequinha com um todo look novo. 



E fiz até um gifzinho tosco do processo, quero animar tudo e viver só de gif daqui pra frente, hehehe!



Ana, sua linda, obrigada por servir de inspiração pra eu voltar com este projetinho!

Nerdice Ostentação

Acho que somos o casal adulto com mais brinquedos por metro quadrado que conheço. Claro, nada que se compare à algumas coleções da internet. mas na nossa vidinha real de ~adultoãns, às vezes as pessoas se chocam por gostarmos desse tipo de coisa.  Ué, tem gente que gosta de usar camisa polo e passear no shopping todo domingo e eu não tô lá julgando a vida delas, dizendo que elas não deviam fazer isso, porque não me parece divertido, não é mesmo ? Pois é, mas rola todo um julgamento quando, por exemplo, no meio do  supermercado duas pessoas de quase 30 anos surtam porque finalmente acharam o ovo de páscoa que trazia de brinde as canecas deStormtrooper e do Darth Vader. Aliás, se você gostou das canecas, corre hoje na liquidação dos ovos para comprar as suas ;)

uma páscoa no lado negro 

Eu sempre amei todo tipo de miniatura, e acho que gostei muito de brincar de Barbie muito mais pelas coisinhas - mini roupas e mini objetos - do que pela boneca em si. Fora minha obsessão infantil com lego, playmobil, as supresas do kinder ovo e todo tipo de miniatura disponível - na minha época, não havia Polly Pocket, mas confesso que acho ela meio sem graça.

nossa população atual de funkos

E aí fui juntar logo com outro viciado nesse tipo de coisa, que é o meu namorado. Ele tem vários robôs de seriados orientais, alguns action figures, edições especiais de filmes da Disney - quando aparece alguma criança em casa, ela geralmente fica muito intrigada com o fato de que o dono de uma edição de colecionador da Bela e a Fera é o Antonio, e não eu. No ano passado, ele encomendou na pré venda o funko do bebê Groot (Guardiões da Galáxia), e aí começou nossa obsessão. No aniversário dele, eu dei de presente a Viúva Negra (versão Capitão América II), e depois chegaram o Hulk, a Ariel e o Capitão. 




batalha de ruivas

Pra ajudar, nossos amigos sabem do nosso vício e muitas vezes ajudam a aumentar a coleção. O último morador que chegou aqui em nossa legolândia foi o Vovô Simpsom, que ganhei da minha amiga Flávia. Acho que ele está se divertindo com o pessoal de Star Wars daqui.


Também adoro ficar vendo composições com bonecos de ação - eu chamo de set, meu namorado diz que é um diorama - e decobri pelo blog da Claicy (o ótimo Sai da minha lente) que existe um grupo criado com esta finalidade, o CAFA - Composição Artística de Figuras de Ação. Fiquei morrendo de vontade de produzir imagens assim com nossos funkos e minifgs de lego, deve ser muito divertido.

E como anda a população em miniatura na sua casa ?

Páscoa: Pêssankas

Não costumo comprar ovo de páscoa por aqui (fora o do Star Wars, que compramos pela caneca, hahaha), não sigo muito uma tradição exata, mas gosto da ideia de renovação - tanto espiritual quanto simbólica. Por isso quis reeditar este post feito pela minha irmã confeiteira Maria Emília, de algum tempo atrás, sobre Pêssankas: estes lindos ovos decorados que enfeitam o post.


......................................

Este post quase poderia ser um do tipo "dica da sogra", porque, na verdade, eu pensei um pouco nela ao prepará-lo. Isto porque a mãe do meu namorido é filha de ucranianos, e uma das tradições mais fortes deste povo é a confecção das pêssankas. Elas são feitas com ovos de galinha, ganso ou avestruz e segundo a minha pesquisa, são uma tradição milenar. Para os antigos, os ovos representavam as boas novas da primavera, como vida, prosperidade e calor naquelas terras frias. Com a introdução do Cristianismo, a admiração dos ovos foi incorporada à idéia da páscoa.

Pêssankas tradicionais

Na tradição ucraniana, cada tipo de desenho simboliza sentimentos diferentes: figuras de pássaros representam fertilidade e promessa de realizações; as flores são símbolos de amor, felicidade e caridade; girassóis ou o sol desenhados significam longa vida, riqueza, prosperidade e fortuna (este é bom ein gente!); figuras de traços contínuos, desenhos decorativos, ondas e espirais representam eternidade, harmonia e proteção, e por aí vai! É ou não é uma lideza?



Minha sogra sempre fazia os tais ovinhos com a sua família, e para as crianças era sempre uma diversão prepará-los! Ainda não fiz nehuma pêssanka de verdade, mas adorei a idéia para dar de presente! As imagens deste post são de reprodução, do site da Martha Stewart e deste site de Pêssankas. As informações vieram deste último site e também deste artigo bacana.

............................

Não fizemos as pessankas neste ano, mas teve ovo de colher e mini bolinhos de cenoura com coelhinhos:



essas marmitinhas contém brownies (nham).

Só lembrando que agora a Emília está começando a pegar encomendas de confeitaria, e esta é a fan page dela: Madame Marie. Já cansei de encher o saco dela pedindo suas receitinhas e bonitezas de comer aqui no blog, uma hora vai rolar ;)



Feliz Páscoa para todo mundo =)

Flores de Março


Sempre gostei muito das "flores ordinárias", de todo tipo de maria-sem-vergonha, quase invisíveis à nossa rotina, vivendo despretensiosamente nos jardins, quintais, calçadas e quaisquer outras brechas que o cotidiano dá. Comecei a trazê-las para dentro de casa, sem me preocupar com a fama pejorativa que algumas têm, de "mato". Adoro essa plantinha que tem estas bolinhas coloridas, não sei o nome dela, mas quando criança eu chamava de árvore de natal de boneca.

...........................
  

algumas outras flores, do jardim da minha sogra

Com o verão chegando ao fim e muita chuva, o quintal aqui de casa ficou uma belezinha. Só agora no fim do mês estamos vendo algum sinal de outono.

...........................

Resolvi utilizar todo meu estoque de flores secas para montar um quadrinho. Não teve muito segredo, mas aqui vão meus passos:

separar numa disposição que você goste - acabei dispensando a rosa seca, por ser volumosa demais.
As outras flores são na maioria aqui do quintal, com exceção dessa mais alta e clara, que foi do buquê de casamento da minha prima. 

agora coloque sobre o papel, e depois coloque o vidro por cima. Você pode colar as flores, principalmente as menores, que ficam dançando debaixo do vidro às vezes. Eu não colei, mas para colar é preciso ter bastante cuidado, usar um papel mais grosso e muito pouca cola.

E voilá! O quadrinho é daqueles prontos, comprado na Leroy Merlin.

E como foi o março de vocês, florido ?
Creyssa Phyna - Glamour, ruivice e sacolagem © 2014