segunda-feira, janeiro 26, 2015

[Rotaroots] 15 coisas para fazer 2015

segunda-feira, janeiro 26, 2015
Eu simplesmente não me canso de fazer listas! Esse tema de blogagem coletiva do Rotaroots é um pouco sobre isso, listar 15 coisas que você gostaria de fazer 2015. Sonhos, objetivos, metas, desafios etc, etc, e bem, eu adoro esse tipo de post. Ao invés de listar metas e objetivos mais sérios, quis escolher 15 coisas divertidas, que não vão me deixar frustrada caso eu não consiga fazê-las, um pouco no clima do que quero pro meu "29 coisas antes dos 30". Vamos lá:

imagens: Reprodução


1. Ter o cabelo colorido antes dos 30
A maioria das pessoas me conhece como ruiva, e acho que nem minha mãe lembra da cor do meu cabelo de verdade. Na adolescência, eu descoloria sozinha meu cabelo sem o menor medo do perigo, e de repente tive uma nostalgia dessa irresponsabilidade capilar. Meu sonho é descolorir todo o cabelo, deixar as raízes escuras e ir trocando a cor, do turquesa ao pink, e quando eu enjoasse, ia provavelmente ter que raspar a cabeça, hehehe. 


2. Ir a um show de alguma drag do RuPaulDragRace.
Quer um lugar melhor para ir com o cabelo azul turquesa do meu número 1 ? Imagina eu correndo para os braços de Adore Delano com um cabelo que copia uma peruca dela ? 

3. Conhecer alguma querida da blogosfera.
Desvirtualizar, socializar, tomar chá ou bater perna pra ver brechó com qualquer uma das lindas que aparecem aqui nos comentários ou dos blogs que eu costumo frequentar! Aliás, seria um grande HIT COMBO conhecer uma querida durante o show da Latrice Royale usando meu novo cabelo colorido, hein ? Migas, só combinar ;)

4. Curtir o carnaval, pela primeira vez na vida. 
Tenho um histórico péssimo, mas quero quebrar esse tabu e provar pra mim mesma que é possível me divertir nesses dias que as pessoas acham o máximo e eu não consigo ver o menor sentido. Sério, e não é problema com nenhum gênero musical, sou só uma tia véia e ranzinza mesmo. 

5. Ir a um showzão
De preferência Monsters of Rock ou do Rolling Stones, por favor.

6. Costurar um bichinho de feltro, bem fofinho.
E conseguir fazer uns 30 deles antes do natal e não torrar meu $ em lembrancinhas inúteis.

7. Ir ao Paraguai
E comprar uma máquina de fazer raspadinhas. Ou algo do tipo, bem útil. 

8. Visitar outros estados do Brasil. 
Geralmente só conheço outros estados em viagens a trabalho, mas neste ano, quero ir de mochileira. Goiânia, Amazonas e Tocantins, me aguardem. 

9. Ir a um jogo de futebol.
Nem que seja do XV de Piracicaba. Aliás, preferencialmente do XV, porque eu amo o hino do time.

10. (Nossa, 15 é bastante coisa né?) Começar as aulas de pole dance.
No ano passado, fiz uma aula experimental e gostei demais, mas no dia seguinte parecia que eu tinha sido atropelada. Comprei um groupon junto com uma amiga e só falta não ter preguiça de marcar as aulas.

11. Fazer mais jardinagem, de verdade.
E de preferência parar de matar meus kalanchoês. 

12. Fazer um vídeo pro youtube.
Não necessariamente criar o canal do blog, mas pelo menos me divertir fazendo um videozinho, sem medo de bullyng, hahaha.

13. Fazer uma nova tatuagem. Ok, esse é uma meta + objetivo de vida em 2015.

14. Organizar uma despedida de solteira muito legal. 
Sou madrinha de um casal de amigos muito queridos que se casam este ano, e quero organizar uma girls night pra tocar o terror!

15. Fazer um bolo bonito e gostoso ao mesmo tempo. 
Que não fique pilado ou monstruoso.

Foi muito divertido organizar esta lista e eu vou me esforçar para tentar riscar o máximo possível de itens dela, vamos acompanhar. E as listas de vocês, me contem ;)

Este post é cortesia dos temas do mês do Rotaroots, um grupo de blogueiros reunidos em torno da blogagem + amor + diversão. Quer participar? Faça parte do grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

quinta-feira, janeiro 22, 2015

Correio Elegante

quinta-feira, janeiro 22, 2015
Eu adoro mandar e receber cartas. O povo do correio já deve revirar os olhos quando me vê chegando cheia das cartinhas "diferenciadas", mesmo que seja apenas um envelope colorido. Vocês colecionavam papel de carta ? Ficam loucas com o Happy Mail das meninas do A Beautiful Mess ? Eu fico. Amo a ideia de enviar alguma coisa com amor para outras pessoas, gosto de tudo relacionado ao universo das cartas, não só seu conteúdo ou que vem dentro, mas também envelopes, carimbos de selos, o amassado da viagem, o caminho percorrido.


Comentei aqui que fiz uma oficina sobre Arte Postal com um artista plástico chamado João Bosco, na Oficina Cultural Regional aqui de Campinas. Nossa tarefa era produzir pelo menos um exemplar - tanto o envelope quanto um cartão 10 x 15, e eu acabei me empolgando e querendo fazer cartões de boas festas pra todo mundo, inspirada pela oficina. Obviamente não dei conta, acabei mandando pra menos gente e postando só em janeiro de 2015, mas tudo bem - a ideia é continuar treinando e produzindo, tem até projeto no forninho.





Foi muito legal experimentar diversos materiais. Fizemos carimbos com borrachas, que deveriam ser meio que nossa marca registrada, então eu fiz um botão e um aviãozinho - oh, que original - dois desenhos que tenho tatuados. É lógico que meus exercícios foram contaminados pela minha obsessão floral, e o meu trabalho final tinha flores no verso:




Na oficina, João nos explicou que para fazer arte postal você pode participar de convocatórias que são abertas publicamente (por exemplo, pela redeArtePostal), e você envia para o endereço da curadoria sua arte dentro do tema / formato / prazo especificado. Um dos novos artistas que só descobri por causa da oficina foi a Ana Marta Austin, artista brasileira com trabalhos bem bacanas, que também publica convocatórias em seu blog.



Se você quiser tentar em casa, aqui tem um molde simples de envelope para imprimir, ou então dá para desmontar um envelope e fazer um molde a partir dele. Lá no meu board do pinterest tem um monte de inspiração:

Follow Anna Kuhl - Creyssa Phyna's board [arte postal] Send me some love on Pinterest.

Este post já tava agendado e eis que justo hoje chega meu kit Happy Mail do A Beautiful Mess, pelo qual eu estava ansiosa desde dezembro ♥♥♥♥ Depois faço post sobre ele !

***Dando gritinhos e pulinhos aqui em casa*** 

terça-feira, janeiro 20, 2015

Biquiní: Uma nova esperança

terça-feira, janeiro 20, 2015

Ah, o verão, uma relação de amor e ódio - "(...) única estação que nos faz sofrer e gostar disso" (Autmn Sonnichsen, fotográfa de lifestyle, citação que li em uma revista de moda). O calor tem piorado ao longo dos anos, mas mesmo assim, ainda tem alguma coisa que me deixa muito feliz em todo esse sol e suor. Quando eu era mais nova, verão significava férias, às vezes uma piscina, usar shortinhos curtos, mostrar meu piercing no umbigo (jesus cristo) e paquerar a mulecada. Com o passar dos anos fui ficando cada vez mais ranzinza e este meu "humor de verão" foi ficando mais raro.

Fui pra praia na semana passada (Recife, apaixonada pela cidade, vale post!), e arrumando minhas malas, separando meus biquinís, fui tomada por uma tristeza imbecil - a certeza de que eu iria sair nas fotos, que um dia meus filhos vão ver, no meu corpo imperfeito. Não tem uma foto minha de biquini que eu goste. Para você ver como a máquina de infelicidade é feroz e eficiente, mesmo nos exemplos positivos, estamos treinadas para nos frustrar - me acho quadradona demais, se ao menos eu fosse linda  e curvilínea como as gordinhas do instagram, com suas cinturas e sorrisos (além dos lindos biquinis vintage).

Muito bem, este post começou ranzinza mas como diz seu título, encontrei minha esperança. No fim das contas, minha barriguinha e eu fomos pra praia e nos divertimos na água e na areia, e saímos nas fotos, e tudo bem, obrigada. É muito mais comodo nos acostumar a detestar o verão, mesmo adorando, só porque é mais fácil se odiar e alimentar este ciclo de infelicidade, cobiçando trajes de banho em corpo de gente magra. Não precisa ser assim. 


Meus biquinis atuais - todos da promoção da Decatlon que não tá fácil

Quero mais é botar meus biquinis baratinhos da Decatlon e pular ondinhas. Por isso que posts como este - Não pode: biquini - da Polly são lindos e necessários. Ninguém precisa ser rycah e magra para ser feliz no verão. Mas bem, posso sonhar com um modelo que cubra totalmente meu busto (alô galera do peitão, vocês também sofrem como eu ? Miabraça), não posso ? Depois dessa praia, também decidi que não quero mais calcinhas de alcinha fina, e que vou economizar e me programar para comprar um biquini maiorzinho no meu verão 2015/16, com direito a calcinha alta e busto estruturado, que vão me deixar mais confortável e segura no pular das ondas - sou dessas que não liga pra marca de sol e quer mais é ficar na água o tempo todo.

Como sonhar não custa nada e fazer coleção no Pinterest também não, está permitido cobiçar trajes de banho lindos com preço em moeda estrangeira, como estes daqui (todos lá no meu painel de verão), e de brinde imaginar nosso corpinho dentro deles, do jeitinho lindo que nós somos:

Se é pra sonhar em moeda estrangeira, outra lindeza para cobiçar é esta coleção da Swinsuits for all / Gabi Fresh, outra dica lá da Polly:

apenas sendo uma diva aqui de boas

Tempos atrás, minha sogra havia me pedido ajuda para comprar um biquini vintage para ela, e me lembrei da Surania, que havia aparecido em vários blogs amigos algum tempo atrás (por exemplo no Mulher Vitrola). Pois bem, na empolgação, acabamos encomendando sem conferir se entregavam no Brasil ou não (a Surania é espanhola) e mesmo dizendo por e-mail que eles não entregavam mais por aqui, o biquini dela chegou (ufa!) lindão. Nessa mesma época também descobri (dica das meninas do grupo Vintage & Retrô Bloggers) a Virall, e ela comprou os biquinis de bolinhas e o de florzinhas das fotos abaixo:  

Biquinis vintage da Virall

Também achei no Instagram os modelos da UPSY, que é de Belo Horizonte, mas vende on-line. Mas fique atenta porque acaba rapidinho!


Vocês tem mais dicas de lojas gringas ou confecções artesanais para indicar ?
Compartilha nos comentários, por favor !

É isso bonitas, bora ser feliz no biquinão =)

quinta-feira, janeiro 08, 2015

[Amor Botânico] #1 Flores secas

quinta-feira, janeiro 08, 2015
Do fim de 2014 pra cá, me vi tomada por uma obssessão botânica sem precedentes. Começou no pinterest, se espalhou pro instagram e tomou proporções astronomicas ... Meu boy é biológo e minha mãe ama flores, então sempre foi uma coisa bem presente na minha vida, mas era dificil eu parar e comprar um arranjo para enfeitar a casa, por exemplo. Hoje em dia, "há flores em tudo que eu vejo", pego do jardim, da rua, coloco em garrafinhas, é uma doidera #crazyflowersoldlady feelings.

Graças a um santo link do Pinterest - este aqui: A pair and Spare - eu descobri como prensar flores secas e desde então faço isso um pouquinho por dia. Não tem segredo nenhum, é só ter capricho na hora de colar/prensar, e antes disso deixar guardado em dentro de um livro pesado.




Depois você pode usar em cartões, quadrinhos, fazer capa para cadernos, o que puder imaginar. Com as minhas, eu fiz cartões de boas festas (vou mostrar em outro post minha obsessão postal) e mandei para pessoas queridas. E ainda tem muitas flores dentro de livros apenas esperando pra virar papel de carta ou quadrinho por aqui. 

Esta simpática bolacha porta copos é cortesia dos 15 anos do Grupo Matula Teatro ♥

A obsessão se espalhou para os objetos também, e não pude resistir quando vi esta latinha de biscoitos, na época do Natal, no supermercado. Seria um presente lindo, mas não consegui não pegar pra mim. Do lado da lata, tem um sininho - sim, um sininho - que eu havia comprado para a peça das minhas alunas e que tem esta linda rosinha vintage, achei uma graça. 



Não vejo a hora de fazer minha tão sonhada tatuagem botânica pra ficar olhando pra ela, apaixonada. Enquanto isso não acontece, eu queria experimentar este DIY de tatuagem temporária da Lana Red. feita em casa. Não sei exatamente qual tipo de tinta e se minha impressora aceitaria, mas quero tentar um dia desses, ou então fazer logo uma definitiva, e ficar olhando pra ela toda hora, apaixonada.

Podem aguardar mais posts desse tipo, que estou cheia de inspiração botânica para dividir. 
Depois me conta se alguma dessas ideias e te inspirou e resolveu aparecer na sua casa.
Creyssa Phyna - Glamour, ruivice e sacolagem © 2014